Asael Moimaz, Advogado

Asael Moimaz

Araçatuba (SP)
20seguidores38seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogada
Advogada com experiência de mais de seis anos em órgãos públicos, principalmente nas áreas de fiscalização, meio ambiente e habilitação com bom relacionamento com órgãos Públicos como: CETESB, CBRN, CREA, CORCESP, CRECI, Polícia Ambiental, entre outros da área administrativa.

Principais áreas de atuação

Direito Penal, 4%
Direito Internacional, 4%
Direito Médico, 4%
Direito Empresarial, 4%
Outras, 84%

Recomendações

(5)
Christina Morais, Advogado
Christina Morais
Comentário · há 9 meses
José Padilha, cada um conclui o que quer. Eu concluo que as provas são consistentes porque o juiz que julgou com base nas provas tem arbítrio para o livre convencimento e isso só se dá cara a cara com o processo e vc, advogado, sabe disso muito bem. Eu também concluo, de minha parte, pela veracidade das provas, porque desde meus tempos de estudante, há mais de 20 anos, sempre admirei o modo de pensar jurídico do sul. Sou mineira e jamais gostei da justiça engessada de MG, sempre invejando o sul. Aqui, até hoje, só pra vc ter uma ideia, conversas de Whatsapp não são provas aceitas. Porque não há, nas palavras da eminente juíza que julgou um caso de um cliente meu recentemente, não é possível "ter certeza acerca dos interlocutores" (posição mantida por unanimidade em 2a instãncia, diga-se de passagem). Como isso seria possível se até chip pré pago vai com o CPF do comprador e as conversas são criptografadas e facilmente identificáveis em perícia? Mesmo porque, tinha até audios. Como o sujeito usa o mesmo número, pós pago, diga-se de passagem, há mais de 15 anos, e o usa para trocar juras de amor com a namorada, mandar mensagem para a filha, combinar balada com os amigos, mas... Na hora de intimidar um empregado, "não se sabe se foi ele mesmo o interlocutor". Tenha santa paciência com essa justiçinha aleijada e engessada. Já no sul, antes mesmo de ingressar com a ação, vi jurisprudências diversas, em casos análogos ao do meu cliente, aceitando tranquilamente tais correspondências como prova e pelo que vi, nem era isso o teor dos recursos julgados. De tão notoriamente bem aceito é. Então eu confio na Justiça do sul, há mais de 20 anos, porque há mais de 20 anos acompanho os tribunais e vejo que são eficazes. Incluindo seu estado, São Paulo. Na faculdade um professor teve as caras de me dar zero numa prova de direito do trabalho porque não reconheceu nenhum argumento meu. Era um prova de 4 perguntas abertas para "discorrer sobre". Eu mostrei a fonte, meu livro de Amaury Mascaro Júnior. Ele disse que não era doutrinador válido. Quem aguenta uma coisa dessas? O cara atuava em uma comarca do interior do Norte de Minas, uma região tão prejudicada que é área de Sudene, e se achou melhor que Amaury Mascaro Jr? Só porque o cara não tinha a mesma visão ultrapassada dos dinossauros que ele mandava a gente ler? Ah, tá vendo, do que estou falando? Esse Moro deve ter mais ou menos minha idade, então não é por ele. Quando eu estudava (e provavelmente ele também ainda era estudante), eu já preferia o sistema judicial de lá (do sul), por achar bem mais eficiente que o "resto". Mas isso é posição ultra pessoal minha, que antecede, e muito as questões hoje em comento. Trata-se, no caso, da convicção íntima que eu tenho que no sul se tem um sistema mais moderno, especialmente em sede de direito penal. O sistema não se ocupa em analisar o fato delituoso, pois que ocorrido notoriamente, mas se esforça mais em comprovar a culpa de um acusado (mais ou menos como no sistema inglês, chamado sistema acusatório). E nesse sistema, as provas testemunhais são de extrema relevância e quase tudo se resolve nelas. Cada um ache o que quiser achar. Nenhum de nós ficará mais rico e nem mais pobre tomando partido nessa antipatia desse caso desse Lula.

Perfis que segue

(38)
Carregando

Seguidores

(20)
Carregando

Tópicos de interesse

(72)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Asael
(18) 99750-05...Ver telefone
(18) 3117-79...Ver telefone
Rua Amazonas, 235 - Araçatuba (SP) - 16015170

Asael Moimaz

Rua Amazonas, 235 - Araçatuba (SP) - 16015-170

(18) 99750-05...Ver telefone

(18) 3117-79...Ver telefone

Entrar em contato